segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

O Auto da Barca do Inferno no Mosteiro dos Jerónimos






O Auto da Barca do Inferno foi representado no Mosteiro dos Jerónimos, no âmbito da disciplina de Português, para o público escolar do 9º ano.
A peça foi muito envolvente e bem representada e, embora os alunos não tivessem grandes expetativas, devido à ausência de palco e ao facto de o público assistir em pé, a peça revelou-se extraordinária. O uso dos escadotes, para a visão ser facilitada, foi uma boa estratégia. A interação com o público tornou a encenação muito interessante, estando sempre presente a ansiedade de continuar a ver. A inclusão de traços do século atual aumentou o carácter cómico da peça.
Os atores que representaram o texto vicentino estavam vestidos a rigor e enquadravam-se totalmente nos papéis.
Visto que os alunos estavam a estudar Gil Vicente, e que a compreensão dos seus textos requer um notável nível de sabedoria acerca da época, a visita foi muito útil. As personagens enriqueceram-nos tanto que o difícil texto de Gil Vicente tornou-se numa obra divertida e com um forte sentido moralizante.

Beatriz Ribeiro, nº 3, 9º D

0 comentários: