segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Experiência fantástica nos Jerónimos



No Mosteiro dos Jerónimos houve uma imaculada representação do Auto da Barca do Inferno, texto dramático de Gil Vicente, uma das obras mais emblemáticas da literatura portuguesa.
Desde o fantástico desempenho do elenco, à simplicidade dos símbolos cénicos, passando também pelo cenário desta peça, a grandiosa obra arquitetónica do séc. XVI, o claustro do Mosteiro dos Jerónimos.
A interação com o público confere ao espetáculo uma dinâmica diferente da de todas as outras representações convencionais.
Um cenário muito simples e um pequeno grupo de atores permitiram a um conjunto de irrequietos adolescentes desfrutar uma fantástica experiência.


Catarina Ferreira, nº 4, 9ºE

0 comentários: