domingo, 3 de março de 2013

Paixão






Sentado na minha cama
Não paro de pensar,
Esta é a maneira
Que encontro para te amar.

Procuro a solução
De te poder conhecer.
Quero tentar percorrer
A tua pele macia,
Sem poder esquecer
Aqueles momentos de magia.

Fico perplexo
Com o teu cabelo cintilante!
Parece uma borboleta esvoaçante
Que nunca se cansa por onde passa
Nunca poisa em ramo algum.

Os teus olhos são simplesmente
Dois frutos brilhantes,
Com uma cor acastanhada
E umas pupilas deslumbrantes!

Desta maneira apaixonante
Revelo-te a minha intimidade,
Dou-te o meu coração
Cheio de ansiedade.

Despeço-me de ti,
Oferecendo esta paixão.
Digo que te amo,
Sem qualquer ilusão.

                                                                                              Sérgio Francês, nº 16, 9º A


0 comentários: