domingo, 3 de março de 2013

Inspiração






Quem me dera ter o poder
De uma gota de água ser.
Percorrer o teu corpo elegante,
Conhecer cada traço fascinante.

Quem me dera ter o poder
De uma lágrima ser.
Nascer nos teus olhos encantadores
E percorrer os teus lábios sedutores.

Quem me dera obter
A chave do teu coração.
O gelo à volta dele derreter,
E partilhar contigo esta louca paixão.

Quem me dera ter o poder
De para o teu lado me transportar.
E mesmo que um sonho fosse
Dele eu não queria acordar.
Quem me dera poder raptar-te,
Levar-te-ia ao paraíso.
És a mais bela obra de arte,
És a razão do meu sorriso.




Cada vez é mais difícil resistir
A esta tentação cativante.
Não sei até quando vou poder omitir
O quão és importante!

                                                                                                                         Tatiana Pereira, 9º A, nº 18

0 comentários: