quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Na arquitetura...





Na arquitetura,
A imaginação não é um problema
Só desenhos com fartura,
É o que quero mostrar neste poema.

Quando pego no pincel,
Junto o tempo com a vontade
E quando dou por mim…
Já terminei a minha obra de arte!

É preciso um pincel e uma tela
Para fazer a tal pintura
Mas não o deixem secar
Para não ficar com a ponta dura.

A minha mão é quem me guia
Mal toco no pincel começo logo a desenhar,
As casas e os hotéis
Que ficam de arrasar!           

                                                                                  Liliana Teixeira, 6º H, nº 21

0 comentários: