terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Meu amigo




Quando chego a casa por fim,
Ele dá um latido amoroso,
Salta para cima de mim
E lambe-me cheio de gozo.

O Cookie tem olhos verdes,
Um olhar bem ternurento.
Quando abraço os avós,
Ladra imenso… é ciumento!

Quando os pais chegam do trabalho,
Salta, ladra e rebola no chão.
Trato este belo animal
como se fosse um irmão.

Nunca maltratem os animais,
Pois nunca vos abandonarão.
Os mimos nunca serão de mais,
Pois amam-nos de todo o coração!

Gonçalo Valente, nº 11, 6º E



0 comentários: