domingo, 7 de abril de 2013

Enigmática cidade






Um jovem dia iluminava uma bela cidade antiga e colorida. Ali existia um rio de água límpida que refletia aquela maravilhosa paisagem.
            O céu nublado fazia com que aquela cidade repleta de memórias parecesse mais adormecida que o costume.
            No topo da colina havia um grandioso monumento de onde se podia observar qualquer pormenor, por mais ínfimo que fosse. Dali se avistavam pequenas e grandes casas rodeadas de uma diversa vegetação muito tristonha, na qual se destacava uma árvore tão alta que tocava no céu.
            Frescas brisas de vento assobiavam e pequenas ondas iam-se formando, fazendo baloiçar, cuidadosamente, um cruzeiro que navegava por aqueles lados.
            Um harmonioso e calmo local onde tudo parecia, misteriosamente, ter uma história para contar e tão pouca gente para escutá-la.

Tatiana Pereira, 9º A

0 comentários: