terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

A minha família


Meu pai é intelectual,

anda sempre a citar.

Às vezes, eu levo a mal

razão para se importunar.


Minha mãe está um pouco senil,

mas por vezes é bastante gentil.

Bem- haja a sua condescendência

face à minha persistência!


Meu irmão anda tão cabisbaixo

que até me deixa pesaroso!

Está sempre abespinhado,

o que é muito enfadonho.


Minha gata é tão acrobata

que até fico incrédulo!

Só não me dá a pata,

o que me deixa indignado!


Aqui está a minha família

que não me deixa desolado.

Sem dúvida, a minha predilecta

e com a qual fico intrigado.


Mateus Bastos, 8º E, nº 19


0 comentários: