terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Noite de Karaoke

Era uma vez um papagaio intelectual e um periquito senil que andava sempre cabisbaixo.

Um dia, o papagaio pesaroso da tristeza do periquito resolveu organizar uma noite de Karaoke, algo extravagante.

Entretanto, o periquito meio indignado lá aceitou a proposta. Incrédulo o papagaio folgou em saber, porque Karaoke era a sua actividade predilecta. Tamanha condesendência não se encontra todos os dias.

- Bem- haja! Bem -haja! - exclamou o papagaio entusiasmado.

No entanto, a noite de Karaoke não foi bem aquilo que aparentava ser, aliás foi bem enfadonha.

O periquito um pouco abespinhado pegou nas suas coisas e foi-se embora.


André Lopes, nº1, 8º E


















0 comentários: