segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

O que aprendi sobre o Egipto


Localização:

O Egipto localiza-se no nordeste de África, a norte é banhado pelo mar Mediterrâneo e, a oeste, pelo mar Vermelho.

O rio Nilo atravessa o território desértico do Egipto, correndo de sul para norte. Todos os anos, entre Junho/Julho, as águas do rio começavam a subir lentamente, devido às chuvas tropicais de Maio e Junho. As cheias depositavam nas margens sedimentos que fertilizavam as terras para a agricultura.

A escrita:

A escrita egípcia também foi algo importante. Existiu uma forma principal da escrita: a hieroglífica (formada por desenhos e símbolos). As paredes internas das pirâmides estão repletas de textos que falam sobre a vida do Faraó que se encontrava aí sepultado. Uma espécie de papel, chamado papiro, produzido a partir de uma planta do mesmo nome, também era utilizado para registar os textos.

As Actividades Económicas:

Os Egípcios cultivavam cereais, linho, vinha, legumes e árvores de fruto. Criavam também gado bovino, burros, carneiros, etc. No rio Nilo abundava o peixe e, nas margens não faltava a caça.

Assim, as actividades económicas realizadas no Egipto eram: o comércio, a agricultura, o artesanato, a pesca, a caça e pastorícia.

Os poderes do Faraó:

Os poderes de Faraó eram poder sacralizado (o Faraó era considerado um deus - vivo, filho do deus-sol, Amon-Ré); poder absoluto (mandava em tudo e em todos), tinha também o poder religioso, era o administrador de justiça e comandante do exército.

O politeísmo egípcio:

Os Egípcios acreditavam em vários deuses, eram politeístas. Os deuses mais importantes eram:

-Amon-Ré, o deus-sol, o mais venerado de todos;

-Osíris, deus do Julgamento dos mortos;

-Hórus, deus protector dos faraós;

Catarina Ramos, nº5, 7ºC

0 comentários: